Categoria: Entrevistas

Sam Claflin diz estar “inseguro” após sofrer “body shaming” em set

Sam Claflin diz estar “inseguro” após sofrer “body shaming” em set

Depois de mostrar seu físico em longas como “Jogos Vorazes”, “Como Eu Era Antes de Você” e “Piratas do Caribe”, Sam diz estar inseguro com seu própio corpo após sofrer body shaming (Body Shaming é ser humilhado por causa do seu corpo) em set de filmagens.

Em entrevista ao  The Sydney Morning Herald, Sam disse “Lembro de estar em um trabalho em que literalmente me fizeram puxar minha camisa e agarraram minhas gordurinhas e disseram: ‘você precisa perder um pouco de peso’”. “Outra vez me deram uns tapas. Eu me senti como um pedaço de carne.”

Claflin continuou e disse que a quantidade de body shaming que ele sofre por parte da equipe de produção é semelhante à sofrida pelas atrizes femininas. “Eu li recentemente em uma entrevista e acho absolutamente verdade: para os homens é tão ruim quanto para elas. Bem, não é tão ruim quanto, mas também é ruim e nunca se fala sobre isso”.

Claflin  contou um pouco, mas acrescentou que fica ansioso quando ele tem que se despir em alguma cena. “Cada trabalho que se aproxima, me sinto inseguro – especialmente quando tenho que me despir – fico tão nervoso”, disse ele. “Eu cheguei ao ponto em que passo horas e horas na academia e não como por semanas para conseguir o corpo que eles querem”.

ENTREVISTA: Sam Claflin para a Entertainment Weekly

ENTREVISTA: Sam Claflin para a Entertainment Weekly

Sam Claflin, o britânico de 29 anos mais conhecido como Finnick Odair em Jogos Vorazes, vai quebrar seu coração nesse verão (americano). Interpretando Will Traynor na tão esperada adaptação do livro best seller Como Eu Era Antes de Você, o ator faz um homem bonito e carismático, mal humorado e revoltado, que costumava ter tudo mas devido a uma lesão na medula espinhal está agora limitado a uma cadeira de rodas.

Mergulhar nisso de cabeça e corpo não foi fácil.

“Eu estava tentando explorar uma personagem que eu não tenho absolutamente nenhuma similaridade.Como vocês podem imaginar, limitar os meus gestos a movimentos nos olhos e na boca foi muito difícil. Eu sou uma pessoa aberta e extravagante.” – diz Claflin.

Para ser uma cópia fiel de um tetraplégico, Claflin mantinha seu corpo em uma posição bem específica, algumas vezes amarrando suas mãos atrás das costas para ficar familiar com o movimento limitado. Ele ficou durante meses com dores no pescoço, ombros, na parte inferior das costas e dedos. Ele também perdeu aproximadamente 18 kg durante a produção para representar a atrofia muscular de Traynor.

Apesar desses obstáculos, Claflin, que sonhava em ser jogador de futebol profissional antes de uma lesão no tornozelo torná-lo inabilitado, nunca perdeu a qualidade de ser desejável, o que faz sua cuidadora, Louisa Clark (Emilia Clarke) se apaixonar por ele.

“Eu tentei ser o mais espirituoso possível.  Se isso vem à tona, acho que só prova que Emilia é tão boa que ela pode atuar no amor. Estava realmente fora do meu alcance.”, diz Claflin.

O que estava ao alcance dele era compreender Traynor, um homem que está lidando com o fato de acabar ou não com a sua vida. A diretora Thea Sharrock disse que a empatia natural de Claflin que a fez selecionar ele.

“Sam é diferente de muitos atores da sua geração. Ele tem uma humildade que é muito pura e real. A primeira vez que o conheci, senti de cara que era alguém que estava tentando me dizer de verdade o que pensou de Will, a personagem, não apenas tentando mostrar que ele podia ir bem. Isso foi um bônus.”, diz ela.

Fonte // Tradução: Carol – Equipe Sam Claflin Brasil

Q&A: Perguntas e respostas do #AskSam

Q&A: Perguntas e respostas do #AskSam

Para comemorar os 700 mil followers no twitter, Sam fez uma breve Ask em seu twitter. Confira as principais perguntas e respostas traduzidas:

Qual é o seu personagem dos sonhos?
Eu não acho que o meu personagem dos sonhos já foi escrito. Há tantos novos papéis ótimos sendo criado todos os dias. Estou ansioso para lê-lo.

Todos nós vimos a química entre você e Lily Collins. Você trabalharia com ela novamente?
Eu adoraria trabalhar com a Lily novamente. Não só porque ela é uma grande atriz, mas é uma ótima pessoa também. Esperemos que isso não demore muito.

Que conselho você daria para quem quer seguir seus sonhos?
Seja você mesmo. E não tenha medo da vida. Viva intensamente! Eu realmente acho que você deve aprender a abraçar os desafios.

Você gosta da França? Porque nós realmente gostamos de você aqui.
Eu amo a França. Eu amo muito a França. Eu estou tentando aprender francês no momento. Embora, eu não sou realmente muito bom nisso.

Descreva ‘Como Eu Era Antes de Você’ em uma palavra?
Complicado.

Qual é o seu livro favorito?
“A Arte de Correr na Chuva”, de Garth Stein.

Qual é a sua parte favorita de ‘Como Eu Era Antes de Você’?
Eu não me atrevo a dizer até que todos tenham visto isso também. Mas eu absolutamente amo a história toda.

Como foi trabalhar com Douglas Booth?
O melhor.

Qual era o seu sonho quando você era criança?
Eu tinha muitos sonhos quando criança, e eu acho que ser um cavaleiro foi provavelmente o maior. Eu amava castelos.

Qual é o significado da verdadeira beleza para você?
Não saber que você é bonito. Alguém que pode ser bonito e não comentar sobre isso. Quem não exibe isso.

Qual a sua cidade italiana favorita?
Eu só fui em Roma até agora. Então eu teria que dizer isso. Mas eu mal posso esperar para explorar mais.

Se você tivesse que escolher entre trabalhar em um filme com um novo elenco ou com um elenco que já trabalhou, o que você escolheria?
Eu diria que trabalhar com um elenco com o qual já trabalhei. Eu tive muita sorte até agora. Eu sempre me dou bem com todos.

Qual você acha que é a maior semelhança entre você e Will Traynor?
A nossa determinação.

Qual foi a melhor coisa de ser parte de ‘Como Eu Era Antes de Você’?
Foi ter a oportunidade de explorar uma linda história. Uma história complexa. Aprender sobre um mundo com o qual eu não estava familiarizado.

Existe alguém que você sente falta agora?
Sinto falta de todos.

Qual foi último show que você foi?
Rudimental no Birmingham. Se você não os viu, veja. Eles são a melhor banda ao vivo.

Qual é a sua cor favorita?
Azul.

Qual o seu filme e personagem favorito da Disney?
Rei Leão. Personagem? Hmm. Scar.

Seu personagem em ‘Como Eu Era Antes de Você’ foi o mais difícil de interpretar?
Foi o papel mais difícil que eu já interpretei até hoje. Muito desafiador. Emocionalmente, mentalmente e fisicamente.

Você tem um cereal favorito?
Lucky Charms. Eles são difíceis de encontrar em UK.

Qual música você ouve?
Todos os tipos de música. Não há nenhum gênero específico de música que eu ouça em público e que ouça sozinho. Eu gosto de todas as músicas.

Team Cap ou Team Iron Man?
Team Iron Cap.

Vilão favorito?
Venom.

Doces ou chocolate?
Doces. Haribo especificamente.

Qual foi a coisa mais estranha que um fã já disse ou fez para você?
Alguém tentou me casar em um tapete vermelho. Colocou um anel no meu dedo. Tentou me beijar. Foi uma bela cerimônia.

Qual é o seu lugar favorito na terra?
Minha casa.

Se você pudesse comer apenas uma coisa pelo resto da sua vida, qual seria?
Salsicha empanada e batatas fritas. Cobertos com sal e vinagre

Como foi trabalhar com a Emilia em ‘Como Eu Era Antes de Você’?
Surpreendente. Ela é contagiosa. Você sorri quando ela sorri. Você chora quando ela chora.

Por qual celebridade você tem uma queda?
Ryan Reynolds.

Ovos mexidos ou omeletes?
Eu sou um cara de ovos mexidos.

Fonte | Tradução e Adaptação: Leili – Equipe Sam Claflin Brasil

Sam Claflin e Jena Malone no Despierta America

Sam esteve no Despierta America junto com sua co-star Jena Malone. Confira as fotos:

thumb_SCBR_DA_28229 thumb_SCBR_DA_28729 thumb_SCBR_DA_282129 thumb_SCBR_DA_282229

Perguntas e respostas do #AskSamClaflin

Perguntas e respostas do #AskSamClaflin

Sam Claflin participou de um live chat no twitter e respondeu algumas perguntas sobre Jogos Vorazes e curiosidades, confira:

Qual é a sua frase favorita da série?
Sam: “É preciso dez vezes mais tempo para se colocar novamente em ordem do que é preciso para desmoronar.”

Se você pudesse escolher um super poder qual seria e por quê?
Sam: Invisibilidade. Eu adoraria fazer algumas travessuras.

Se você não fosse Finnick, qual personagem “Jogos Vorazes” você teria amado a chance de interpretar?
Sam: Haymitch. Eu amo sua honestidade. Eu amo o seu cuidado e lealdade para com o grupo e pela causa. E eu amo seu cabelo

Se você fosse um cão, que raça você seria?
Sam: Um cockapoo. Assim como Rosie.

Você pode descrever “A Esperança – O Final” em apenas 3 palavras?
Sam: Eu. Não. Posso.

filme favorito dos quatro?
Sam: Eu teria que dizer Catching Fire. É como os Jogos Vorazes Todas as estrelas. E seu o início da revolução.

Como você se sente sobre lagartos agora?
Sam: Da mesma forma que eu sempre me senti.

Doce favorito?
Sam: Haribo (balas de goma).
Continue reading

Sam Claflin fala sobre seu bebê e o final de Finnick em entrevista a ASOS

Sam Claflin fala sobre seu bebê e o final de Finnick em entrevista a ASOS

Confira a nova entrevista do Sam ao ASOS onde ele fala sobre seu bebê e o destino de Finnick.

A coisa mais fofa de todas aconteceu ontem à noite. Sam Claflin e sua esposa megababe, Laura Haddock, apareceram na premiere de A Esperança – O Final no Reino Unido, com uma grande surpresa… o casal está esperando seu primeiro filho! *gritos* Nós conversamos com Sam em Londres para falar tudo sobre o final de Jogos Vorazes, que está próximo para ele e como ele está se sentindo sobre a paternidade.

Em primeiro lugar, parabéns! O anúncio de vocês ontem à noite foi muito especial…
É tudo muito emocionante e foi incrível para Laura e eu fazermos isso no cenário mundial. Estou muito, muito feliz, isso é tudo que posso dizer.

É o fim de uma era. O que você vai mais sentir falta sobre interpretar Finnick?
Eu honestamente estava apenas feliz por interpretar alguém que era tão em camadas e complexo. Basicamente em todos os filmes que eu fiz, eu senti como se estivesse interpretando um personagem diferente e que, como um ator é um verdadeiro sonho se tornando realidade.

Como você se sentiu quando estávamos filmando a cena final?
Foram semanas tensas na preparação para essa cena portanto, parecia como um outro grande final para mim. Eu estava tão insistente para que eu fizesse todos meus próprios movimentos, mas a verdade é que Spidell Jackson – que é o meu dublê – está em outro nível em usar a arma de Finnick no último filme: um grande bastão. Na verdade, era um tridente, mas eu honestamente odiava o fato de que, por todo o filme eu tive que correr com um pedaço de pau e todos tinham metralhadoras.

Continue reading

Post Archive:

Page 1 of 4 1 2 3 4