Em entrevista, Sam Claflin diz que Millie Bobby Brown é uma “potência”

Sam Claflin concedeu uma entrevista para o site Digital Spy sobre o filme Enola Holmes. Confira a tradução:

Sam Claflin está mais do que feliz por seu personagem Mycroft Holmes, em Enola Holmes, ser superado pelo personagem principal de Millie Bobby Brown.

Embora Mycroft seja tipicamente visto como ainda mais inteligente do que seu irmão Sherlock, o novo filme – baseado na série de livros de Nancy Springer – mostra os dois sendo enganados por Enola enquanto ela investiga o desaparecimento de sua mãe.

E foi essa visão “fresca” do mundo de Sherlock Holmes que atraiu Claflin, junto com a chance de trabalhar com Brown, Henry Cavill e o diretor Harry Bradbeer (Fleabag).

“Foi o fato de que foi contado da perspectiva dela, e de que foi invertido. De alguma forma, os dois irmãos inteligentes estavam sendo enganados. Eu também gostei do toque tradicional disso, e se passa na era certa”, disse ele ao Digital Spy.

Nesta versão, Mycroft não é exatamente agradável com sua irmã mais nova, e como seu guardião, ele está determinado em enviá-la para a escola de bons costumes para que ela possa assumir um papel feminino tradicional no mundo.

Embora o papel de Sherlock seja “sempre atraente”, foi esse lado mais sombrio de Mycroft que Claflin adorou interpretar em Enola Holmes.

“Eu amo a natureza ciumenta e amarga de Mycroft. Eu gostei de interpretar esse perfil mais sombrios do personagem, honestamente. Acho que tive permissão para me divertir um pouco mais com isso”, explicou Sam.

“Ele é quase o vilão do filme, é um tradicionalista. Eu gostei bastante de interpretar a natureza histérica de ver o mundo avançando progressivamente, e esse homem está tão preso aos velhos.”, complementou.

Enola (Millie Bobby Brown) aguenta a dureza de Mycroft no filme, embora Claflin tenha notado que ela “me permitiu ser cruel sem me sentir culpado”, devido ao fato de Brown ser “tão focado e profissional”.

Além de estrelar o papel principal, Millie também produziu o filme. Sam Claflin elogiou Brown. “Ela não se sente jovem. Ela lida com a pressão melhor do que qualquer outra pessoa que eu conheço, na verdade. É incrível de se ver. Ela é apenas uma potência”, disse ele entusiasmado.

“Ela é tão carismática, tão engraçada, tão charmosa, tão inteligente, tão maravilhosamente enérgica e vibrante. Ela traz muito para um set de filmagem. Foi realmente um prazer trabalhar com ela. Acho que ela trouxe minha criança interior de volta também.E me permitiu ser um pouco mais estúpido.”

O filme cobre apenas o primeiro de uma série de seis livros, há espaço para Enola Holmes se tornar uma série contínua na Netflix.

Mycroft aparece nos outros livros, então podemos ver Claflin de volta como Mycroft, ao lado de Enola (Millie) e Sherlock (Henry Cavil). É algo que ele gostaria de fazer, compreensivelmente, já que se divertiu muito com o papel.

“Foi algo que eu não esperava totalmente, na verdade. O roteiro apareceu e eu realmente gostei, mas não tinha ideia. Não estava no meu radar antes. Foi uma bola de ouro completa, e algo que me peguei pensando, ‘Você sabe, por que não?’ “, refletiu. “Mas eu simplesmente me apaixonei por ele e pelas pessoas envolvidas. Eu me apaixonei pelo personagem. Todos os aspectos me pegaram agradavelmente de surpresa.”

Enola Holmes está disponível no catálogo da Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *