Em entrevista, Sam Claflin fala sobre o filme “Enola Holmes”, seu Sherlock favorito e a próxima temporada de Peaky Blinders

Confira a tradução da entrevista concedida por Sam Claflin para o site Lovin:

Sobre suas influências para interpretar esta nova versão de Mycroft Holmes:

“Na verdade, eu meio que me concentrei em nossa história em particular. Não me aprofundei em análises de interpretações anteriores desse papel. Apenas segui o que já estava escrito na página e, com toda a honestidade, acho que muito disso veio pelas pessoas do figurino, cabelo e maquiagem que meio que deram aquela interpretação rígida, arrogante e formal, isso meio que apenas surgiu.”

Sobre seu Sherlock Holmes favorito (entre Robert Downey Jr. e Benedict Cumberbatch):

“Destes dois? Eles são tão diferentes! É difícil dizer, na verdade. Eu amo um pouco de RDJ em geral, mas Benedict para mim – simplesmente porque ele foi para minha escola de teatro – e eu tenho que representar a LAMDA (a London Academy of Music and Dramatic Arts) dizendo Benedict.

Sobre trabalhar com Millie Bobby Brown:

“Em muitos aspectos, eu estava realmente aprendendo! Ela já tem muita experiência na indústria e é muito bem realizada e se comporta tão bem. Ela é tão profissional, tão focada e tão ligada, é na verdade incrível de se testemunhar.”

Sobre o que esperar da próxima temporada de Peaky Blinders:

“Como alguém que gostou muito do meu papel na última temporada, é definitivamente algo que me deixou muito, muito animado para me envolver novamente. Eu vi roteiros e não quero obviamente divulgar muitas informações, mas é uma perspectiva muito empolgante estar nisso novamente. Quem sabe quando será? Obviamente, no momento tudo está tão incerto, damos dois passos para frente e três para trás. É difícil saber exatamente quando isso será. Mas conhecendo esse mundo, conhecendo esses personagens, e sabendo o que o futuro reserva na história real da Grã-Bretanha e na política em que o próprio Oswald estava envolvido, estou muito animado com a perspectiva de para onde isso vai dar.”

Sobre o ator irlandês Emmett J. Scanlan em Peaky Blinders

“Eu o conheci, não filmamos nada de Peaky Blinders, mas desde então nós nos conhecemos, que cara, e que ator incrível! Eu disse a ele que vi o trabalho dele em Hollyoaks e disse ‘Esse cara é incrível’. Então, ver para onde ele foi e tudo o que está alcançando – sim, é incrível.”

Sobre seu próximo projeto, Daisy Jones & The Six:

“É uma história tão rica e um momento tão incrível na história da música que teremos a oportunidade de explorar. É ambientado nos anos 70, essa banda composta por homens e mulheres, e o tipo de infidelidade, os casos e as discussões, o amor, o ódio. É tudo o que você deseja em um drama de TV, na verdade. E mais, há música!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *